Acervo
e Pesquisa

O nosso acervo está disponibilizado para consulta através do banco de dados do IAC. Você pode acessar online, documentos textuais, fotográficos, audiovisuais e sonoros, relacionados a vida e obra dos artistas.

  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
23028.jpg

Willys 

de Castro

Uberlândia (MG), 1926

São Paulo (SP), 1988

23027.jpg

Willys de Castro

Fotógrafo desconhecido

17,9x11,9, s/d
Fundo Willys de Castro

Instituto de Arte Contemporânea

Conhecido por uma atuação múltipla, entrou para a história da arte brasileira como artista plástico. No entanto, embora essa tenha sido sua fase mais extensa de produção, atuou em variados gêneros artísticos. Em sua busca pelo universal, associada a uma formação bem estruturada lhe permitiu ultrapassar as artes plásticas enveredando pela música, teatro, poesia, enfim pela arte que se projeta para além dos limites que caracterizam uma determinada forma de expressão artística.

Willys de Castro, entre outros aspectos de sua obra, criou uma série de estudos que revelam preocupação com estudos de geometria. Sua pesquisa sistemática o levou a produzir um número bastante extenso de rascunhos, estudos e maquetes que formaram parte fundamental do raciocínio a ser desenvolvido no projeto final. Este poderia ser obras de arte, projetos gráficos, poesias, projetos de padronagem, design de joias ou partituras de verbalização. Por meio de seus documentos, percebemos como o artista realiza o sentido pleno de vanguarda com base em uma pesquisa ampla e domínio dos procedimentos de execução das suas obras. Sua produção é expressiva e marca a influência recíproca entre a formação do artista e seu meio cultural e acentua sua importância e de sua época no desenvolvimento de um conceito específico de arte extremamente original produzida no Brasil.

Para assistir

Exposição | Lado a Lado
- Willys de Castro (2016)


Para comemorar os 90 anos
de nascimento de Willys de Castro, o Instituto de Arte Contemporânea — IAC, responsável pelo arquivo documental do artista, apresenta "Lado a Lado", com curadoria de Gabriel-Perez Barreiro. A mostra reuniu pinturas e esculturas de sua serie Objetos Ativos (1959-1962) e uma seleção de textos e poemas de Willys de Castro.

 
...