Encontros
e Conversas

Dinah Feldman, Diana Kolker e Jordana Braz, discutem a criação e a execução de procedimentos pedagógicos a partir da memória e de arquivos documentais e pessoais, em uma conversa mediada pelo coordenador do NEIAC, Gustavo Arantes.

  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
dinah feldman 2.jpg

Dinah Feldman

© fZerbini

Encontros

e Conversas

arquivo, memória
e procedimentos

pedagógicos
 

22/02/2022

Terça-feira > 19h

Convidadas

Dinah Feldman

coordenadora do educativo

Museu Judaico de São Paulo

Diana Kolker

curadora do educativo

Museu do Bispo do Rosário

— Arte Contemporânea

Jordana Braz

educadora e pesquisadora

Instituto Tomie Ohtake

Apresentação

Marilucia Bottallo 

diretora técnica do IAC

 

Mediação

Gustavo Arantes

coordenador do NEIAC

​​

Mais informações:

educativo@iacbrasil.org.br

Encontros e Conversas é um projeto que faz parte do Núcleo

de Educação do IAC — NEIAC e que visa promover um espaço para possibilidades de diálogos, trocas e colaborações entre profissionais e estudantes das áreas de educação, artes e

ciências humanas, tendo como ponto de partida experiências práticas do a dia-a-dia dos profissionais nos projetos com

os quais estão envolvidos.

Neste primeiro encontro, a conversa parte do tema – criação e execução de procedimentos pedagógicos a partir da memória

e de arquivos documentais e pessoais.

Dinah Feldman, coordenadora do educativo do Museu Judaico

de São Paulo, abordará as ações cênicas desenvolvidas pela equipe do Museu Judaico: Hora do conto e Visitas Teatralizadas.

Diana Kolker, curadora pedagógica do Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea desde 2017, participa da conversa compartilhando um pouco das experiências, inquietações e projetos realizados no Museu, trazendo a questão: Pode um Museu de Arte Contemporânea, situado no local onde funcionou um dos mais terríveis manicômios do país, ser um ambiente de liberdade, criação, afeto, convivência e cuidado?

Jordana Braz trará ainda uma reflexão sobre o papel da mediação em exposições temporárias que lidam com arquivos documentais e história, apresentando imagens e o relato da proposta educativa desenvolvida por ela para a exposição História Afro-Atlânticas, em 2018, no Instituto Tomie Ohtake.

Regua-educativoddd.png
 
...