Exposição
 

Diálogos Contemporâneos: Marilá, Willys, Lothar reúne uma série de trabalhos de Marilá Dardot, alguns produzidos durante a pandemia,

que se relacionam com os trabalhos e documentos de Willys de Castro e Lothar Charoux.

  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
1.jpg

O Instituto de Arte Contemporânea — IAC apresenta Diálogos Contemporâneos: Marilá, Willys, Lothar. Com curadoria de Giancarlo Hannud, a exposição reúne uma série de trabalhos de Marilá Dardot, alguns produzidos durante a pandemia e a ela profundamente relacionados, além de trabalhos e documentos de Willys de Castro

e Lothar Charoux.

“Diálogos Contemporâneos” é um novo projeto do IAC que tem por objetivo convidar artistas para realizar uma conversa inédita com os arquivos preservados pelo Instituto.

"Quais seriam as possíveis entradas de um acervo constituído por partes tão díspares quanto as do Instituto de Arte Contemporânea? Quais os documentos, anotações, projetos e rabiscos de artistas que são revelados ao público, e quais os que permanecem velados do olhar desse mesmo público? Quais seriam as possíveis relações entre esses documentos, resquícios de uma existência prosaica, objetiva e cotidiana, e as obras desses artistas? E finalmente, qual a possibilidade de um verdadeiro diálogo entre esses múltiplos papéis e histórias e a produção de uma artista contemporânea?

Essas são apenas algumas das perguntas que tentamos tratar na mostra Diálogos contemporâneos: Marilá, Willys, Lothar, sem buscar dar uma resposta definitiva a nenhuma delas, mas sim sugerir outras perguntas e possíveis linhas de continuidade.

Ao reunir uma série de trabalhos de Marilá Dardot, alguns dos quais produzidos durante a pandemia de COVID e a ela profundamente relacionados, com trabalhos e documentos de Lothar Charoux e Willys de Castro de forma liricamente livre, algumas linhas de continuidade parecem surgir: uma obsessão pela forma, bem como seu quase abandono, um senso de humor enviesado, concreto e oblíquo, uma poesia de fragmentos e de olhares de relance, além dos próprios fetiches desses artistas, auxiliares de sua produção, núcleos de energia contida que ao serem relacionados com outras seções de suas produções adquirem novas e instigantes sugestões expressivas.

Ao indagar a própria natureza dessas coleções buscamos libertar os arquivos e fundos pertencentes ao IAC de sua costumeira e necessária aridez expressiva, expondo o que permanece escondido para reavivar histórias e relações transversais de artistas diametralmente opostos em suas ambições." — Giancarlo Hannud

Exposição

Diálogos

Contemporâneos:

Marilá, Willys, Lothar

acessibilidade-preto.png

Curadoria
Guiancarlo Hannud

Artista na exposição

Lothar Charoux
Marilá Dardot
Willys de Castro

Período

27 ago  > 26 nov 2022

Horários de visitação
terça a sexta-feira
11h às 17h
sábados e feriados
11h às 16h

entrada gratuita

Local

Instituto de Arte Contemporânea

Av. Dr. Arnaldo, 126
Consolação, São Paulo |

TIC TAC_preview_rev_1 (1).png

Marilá Dardot
Tic-tac...

2020, da série Pinturinhas meditativas

Gouache e colagem com papel de revista

sobre papel de caderno
Medida aproximada (sem moldura): 215 x 23,5 cm

qr_code_folder_azul.png
 
...